quinta-feira, junho 14, 2007

Mais leituras 2007

Em termos de leituras, o ano começou bem, depois passei por uma fase mais calma e nos últimos tempos até nem me posso queixar. Li dois livros bastante bons, já muito recomendados e que eu, agora, também recomendo. São eles:The Eight de Katherine Neville e The Pillars of the Earth de Ken Follett. O primeiro gira à volta do Jogo/Tabuleiro de Xadrez que pertenceu a Carlos Magno e que, supostamente, possui poderes inimagináveis. A história decorre, simultaneamente, em dois espaços temporais distintos. Para quem leu A Tábua de Flandres de Arturo Pérez-Reverte e gostou, esta é uma leitura obrigatória.The Pillars of the Earth é uma grande romance histórico que roda à volta da construção de uma enorme catedral durante a Idade Média. Não se assustem com o seu tamanho, 900 páginas, pois lê-se de um fôlego :-)
Quanto a leituras mais levezinhas, continuo a recomedar uma autora de chick-lit, Jill Mansell, que até agora não me desapontou. Os livros dela são bastante levezinhos e sempre muito, muito divertidos. Desta vez li Good at Games e Sheer Mischief.
Li também um policial que muito me agradou. Só consegui descobrir quem era o serial-killer mesmo no final e o livro tem imensos twists: The Vanished Man de Jeffery Deaver. Acho que vou querer ler mais livros deste autor.
A grande desilusão dos últimos meses foi A Pale View of the Hills de Kazuo Ishiguro. Depois de ter lido Never let me go, uma das minhas melhores leituras de 2006, esta obra ficou muito aquém do que esperava. Apesar de ter gostado do enredo, da forma como a história se desenvolveu, o livro termina abruptamente. Ficamos com vontade de ler muito mais. O que se terá passado com o autor? Falta de inspiração?

Etiquetas:

4 comments:

Anonymous Ana said...

Se gostaste do The Vanished Man (que eu ainda não li), aconselho-te a começares pelo início da série, li os dois primeiros e sou fã do Lincoln Rhymes. Também muito bom é o Blue Nowhere!
Que pena não teres gostado muito do A Pale View of the Hills, depois de ter lido o Never Let Me Go, fiquei com imensa vontade de tentar mais qualquer coisa. Estou a ver que é como a Margaret Atwood, adorei o The Handmaid's Tale e depois li outro dela que quase me pôs a dormir. :-P

21:54  
Blogger Cenoura aka PA said...

Não percebeste nada! O Sr. Ishiguro teve de ir à casa de banho!!!
Olha, eu também adorei o Eight e os Pilares.
:)

19:35  
Blogger teresa said...

o Pale View if the Hills é anterior (acho mesmo que foi o primeiro livro dele) - talvez por isso não o tenhas apreciado. A maturidade em alguns escritores é importante! ;)

11:51  
Blogger Alexandra said...

Aconteceu-me exactamente a mesma coisa com outro livro do Ishiguro. Depois de ter adorado o Never Let Me Go li o The Remains of the Day (interessante, mas aquem das expectativas) e depois disso peguei no The Unconsoled que foi um dos livros mais dicifeis de ler (ever!), e mesmo agora acho dificil descreve-lo :S

Tenho o When We Were Orphans e An Artist of the Floating World 'a espera na TBR, mas perdi a vontade de lhes pegar.

16:27  

Enviar um comentário

<< Home